O conhecimento começa com a experiência, mas isso não significa que se origine experiência. Pode acontecer que seja um composto do que recebe por impressões, o que a faculdade fornece a si mesmo.
É necessária uma investigação mais pormenorizada que não pode ser despachada pelo que se ostenta. Pois se há conhecimentos anteriores as experiências, são chamados de a priori e se diferenciam dos empíricos que são a posteriori. Toda via essas palavras não são o suficiente para expressar o sentido pleno das questões propostas.
Com conhecimentos derivados da experiência dizem que somos capazes de participar do a priori porque derivamos de uma regra que toma emprestado da experiência.
Entenderemos o a priori como independente da experiência e isso se opõe ao empírico ou aos que são possível a posteriori. Do a priori denomina-se puro que não tem nada de empírico
Assim a mudança é um conceito que só pode ser tirado da experiência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.