De acordo com sua filosofia, a religião é uma forma de alienação que projeta os conceitos do ideal humano em um ser supremo.
Segundo o autor a religião é a cisão do homem consigo mesmo, onde Deus é um anteposto a ele, não é como homem tão pouco o homem como Deus, ambos são extremos opostos, mas na religião o homem objetiva sua essência.
Na relação com objetos é mais fácil a consciência do objeto que a de si mesmo, já que na religião a consciência do objeto coincide imediatamente com a do si mesmo. O objeto sensorial está fora do homem o religioso não.
O objeto sensorial é em si um objeto indiferente, mas o objeto religião é mais selecionador, sendo o objeto homem nada mais que sua própria essência objetivada.
A consciência e Deus é a consciência que o homem tem de si mesmo, o conhecimento também é assim.
A religião é uma revelação solene das preciosidade ocultas do homem, a confissão dos seus pensamentos mais íntimos, a manifestação publica do seus segredos.
A religião é a consciência primeira e indireta que o homem tem de si mesmo. No processo histórico das religiões é apenas o que era considerado como algo objetivo, mas agora é tido como subjetivo, antes era considerado e adorado como Deus, mas agora é humano.
O homem objetivou-se, mas não o reconheceu como sua essência, a religião posterior dá esse passo, por isso o conhecimento sobre si é mais profundo.
Toda religião que considera suas “irmãs” idolatras se excluem do destino da essência geral, pois empurra para outra que se for erro, erro da religião geral, porque julga que seu conteúdo é sobre humano.
A nossa intenção é mostrar a oposição entre divino e humano é ilusório que nada mais é que oposição entre essência humana e indivíduo humano, que conseqüentemente também o objeto e o conteúdo da religião cristã é inteiramente humano.
A religião Cristã é o relacionamento do homem com sua essência divina, é a essência humana acordo com sua filosofia contemplada e adorada como outra essência própria.

Por isso todas qualidades da essência divina são humanas.
Você crê no amor como qualidade divina porque você ama e isso é valido para todas as situações.
Deus é para você algo que existe, pelo mesmo motivo que é para você sabedoria, felicidade e bondade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.